Educar em Revista

Seja bem vindo(a) a Educar em Revista, periódico Qualis CAPES A1, em circulação desde 1977 e mantido pelo Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná. A revista, publicação de fluxo contínuo, acolhe manuscritos - exclusivamente na área de educação - de pesquisadores brasileiros e internacionais e publica nas seguintes línguas: português, inglês, espanhol, italiano, francês e alemão.


NOVO!!! 

DOSSIÊ ABERTO, AGUARDANDO SUBMISSÃO DE ARTIGOS:


Dossiê "A internacionalização das políticas educacionais no marco dos direitos humanos"

Organizado pelo Prof. Dr. Antonio Flavio Barbosa Moreira - UCP / UFRJ e pela Profa. Dra. Inês Barbosa de Oliveira - Unesa. Considerando que o enquadramento das políticas públicas como objeto de pesquisas acadêmicas é relativamente recente. Somente nas últimas três décadas passamos a encontrar textos que tratam especificamente das políticas públicas como elemento central, desvinculando-as de uma discussão mais ampla sobre teoria/ciência política ou sobre o papel do Estado. Ainda que o isolamento do termo policy analysis – análise de política pública - tenha sido realizado por Harold Laswell em 1936, houve um longo caminho para que a política pública inaugurasse, de fato, um campo de estudos. Esse quadro teórico permite compreender como as políticas públicas, de acordo com sua perspectiva teórica, são tramas repletas de influências e condicionantes. Esta visão se aproxima da de autores internacionais contemporâneos, grandes responsáveis por difundir o estudo das políticas públicas em educação.

Entre 15 de dezembro e 01 de março de 2024, encontra-se aberta a submissão de artigos junto a este DOSSIÊ, que busca compreender as políticas educacionais como estruturas menos prescritivas e mais vividas, na medida em que a sociedade e as escolas fazem política, em seus cotidianos. Mais recentemente, políticas atentam, em maior ou menor medida contra o direito à educação como direito público subjetivo e como direito humano, na medida em que comprometem o acesso e as possibilidades de permanência de partes da população à educação pública, gratuita e de qualidade. O conteúdo central desse direito tem sido o valor absoluto da dignidade da pessoa humana, mas ambos – o direito e a dignidade – vêm sendo vilipendiados pelo Estado brasileiro por décadas, por meio de políticas públicas voltadas ao atendimento de propostas baseadas nos interesses dos países centrais e do grande capital internacional. Em tempos de judicialização da educação, ataque à ciência e privatização do público, este projeto busca abarcar pesquisas que se debrucem em investigar os papéis de diferentes atores privados no processo de construção de políticas públicas educacionais e suas relações com o direito à educação, na medida em que a articulação entre o contexto de influência e os demais é marcada por disputas políticas permanentes das e nas redes que os compõem.

ATENÇÃO: Os artigos aprovados para compor o Dossiê deverão ter uma versão em língua estrangeira. Do mesmo modo, artigos em língua estrangeira aprovados deverão ser traduzidos para o português, com exceção dos originais em espanhol. Os custos com tradução, assim como com a revisão linguística de ambas as versões, são de responsabilidade dos autores.

 

____________________________________________________________________

OBS: Para submissão, ver as diretrizes para autores:

https://revistas.ufpr.br/educar/about/submissions#authorGuidelines

 -----------------------------------------------------------------------------
 

V. 39 CURITIBA 2023


Capa da revista