n. 38 - ESTUDO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES ASSOCIADO AOS RESULTADOS DO IDEB DOS ESTADOS DO CEARÁ E MARANHÃO

Maria Cristina Mesquita da Silva, Lívia Maria Maria Rassi Cerce, Renato de Oliveira Brito

Resumo


Por meio deste artigo são analisadas as políticas públicas nacionais e estaduais voltadas à formação de professores, e a concretização dessas políticas nos estados do Ceará e do Maranhão. O estudo constituiu-se de um exercício reflexivo para compreender a abrangência destas políticas nos respectivos estados e o seu alcance junto aos profissionais para os quais se direcionam, buscando observar a possível relação das mesmas com o desempenho dos estados nas avaliações nacionais da educação básica, em especial no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A análise se sustenta na revisão bibliográfica, dos normativos e dos documentos técnico-institucionais relacionados ao tema. Considera-se que a oferta suficiente em quantidade e qualidade de políticas públicas para a formação de professores é um fator grande relevância para a melhoria da qualidade da Educação Básica e, consequentemente, para o incremento dos resultados das avaliações.


Palavras-chave


Políticas públicas, formação docente, Ceará, Maranhão, IDEB.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Andresa G. K.; COSTA-HÜBES, Terezinha da C. Formação continuada de professores e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica: o processo e o produto. Revista Leitura e Formação: Professores Leitores, vol. 12, n. 23. 2º Sem / 2011, p. 373-393. Disponível em: http://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/6026 Acesso em: 16 mar 2019.

BARRETTO, Elba Siqueira de Sá. Políticas de formação docente para a educação básica no Brasil: embates contemporâneos. Revista Brasileira de Educação. v.20. n.62. jul-set de 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782015206207 Acesso em: 16 mar 2019.

BRAY, Mark; ADAMSON, Bob; MASON, Mark (Orgs.), et all. Pesquisa em educação comparada: abordagens e métodos. Brasília: Liber Livro, 2015.

BORGES, Maria Célia; AQUINO, Orlando Fernández; PUENTES, Roberto Valdés. Formação de professores no Brasil: história, políticas e perspectivas. Revista HISTEDBR On-line, n.42. p.94-112, jun 2011. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8639868. Acesso em: 16 mar 2019.

CEARÁ. Poder Executivo. Lei nº 16.025, de 30 de maio de 2016. Dispõe sobre o Plano Estadual de Educação (2016/2024). Disponível em https://belt.al.ce.gov.br/index.php/.../4019-lei-n-16-025-de-30-05-16-d-o-01-06-16. Acesso em 06 maio 2019.

CUNHA, Célio. Educação comparada: relevância e caminhos metodológicos (Prólogo) In: BRAY, Mark; ADAMSON, Bob;

MASON, Mark (Orgs.), et all. Pesquisa em educação comparada: abordagens e métodos. Brasília: Liber Livro, 2015.

DIAS, Reinaldo; MATOS, Fernanda. Políticas públicas: princípios, propósitos e processos. São Paulo: Atlas, 2012.

LUCKESI, Cipriano Carlos. Prática educativa: processo versus produto. ABC Educativo: a revista da educação. Ano 6, n. 52, dezembro de 2005, p.20-21. Abceducativo: São Paulo.

MARANHÃO. Poder Executivo. Lei nº 10.099, de 11 de junho de 2014. Aprova o Plano Estadual de Educação do Estado do Maranhão e dá outras providências. Disponível em http://www.educacao.ma.gov.br/files/2016/05/suplemento_lei-10099-11-06-2014-PEE.pdf. Acesso em 06 maio 2019.

MIGUEL, Maria Elisabeth Blanck; FERREIRA, Jacques de Lima. Formação de professores: história, políticas educacionais e práticas pedagógicas. Curitiba: Appris, 2015.

SÍVERES, Luiz. Educação e fraternidade. In: Escritos, Revista de Ciências Humanas. Grupo Educacional Pe. João Bagozzi, v. 6, Especial Educação, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v13i0.67309

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br