REFLEXOS DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS NA PARTICIPAÇÃO DO CONTROLLER EM DECISÕES ORGANIZACIONAIS

Heitor Gerson dos Santos, Joice Denise Schafer, Rogério João Lunkes

Resumo


Este estudo tem como objetivo analisar os reflexos das relações interpessoais na participação do controller na tomada de decisões organizacionais (operacionais e estratégicas). O estudo enquadra-se como descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados por meio de questionários aplicados junto aos controllers de empresas brasileiras. Os respondentes da pesquisa (42), em sua maioria, são profissionais formados em Ciências Contábeis, com idade superior a 35 anos e com mais de cinco anos de experiência na função e na empresa as quais estão vinculados atualmente. Os resultados da pesquisa permitem inferir que embora o relacionamento interpessoal seja estatisticamente significativo para o envolvimento do profissional da controladoria na tomada de decisão operacional, não parece ser determinante para o envolvimento do controller na tomada de decisão estratégica das organizações. O tempo de experiência na função desmontou como a variável de controle com maior efeito sobre o envolvimento do profissional em decisões estratégicas, enquanto o gênero se mostrou relevante tanto em nível estratégico quanto operacional. Controllers do gênero masculino têm maior nível de participação na tomada de decisão organizacional. Estudos que envolvam variáveis organizacionais, ambientais e mesmo características pessoais da alta gestão são sugeridos para pesquisas futuras que busquem identificar fatores relacionados ao envolvimento do profissional da controladoria em diferentes níveis de tomada de decisão organizacional.


Palavras-chave


contabilidade; controladoria; tomada de decisão

Texto completo:

PDF |108-121|


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v12i2.75842

Revista Contabilidade e Controladoria [RC&C] - ISSN 1984-6266
Avenida Prefeito Lothário Meissner, 632 - Campus III
CEP 80210-070, Curitiba, PR, Brasil