Open Journal Systems

A INFLUÊNCIA DA GESTÃO DO CAPITAL DE GIRO NO DESEMPENHO FINANCEIRO DE EMPRESAS LISTADAS NA BM&FBOVESPA (2001-2010)

Rômulo Bernardino Lopes da Costa, Augusto César Moura de Macedo, Samuel Façanha Câmara, Paulo César de Sousa Batista

Resumo


Este trabalho busca compreender como a gestão do capital de giro influencia a rentabilidade das empresas, considerando o setor em que estão inseridas. Foram utilizados os dados financeiros e contábeis referentes a 143 empresas listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBovespa), divididas em 4 setores distintos: indústria, serviços, comércio e utilidade pública. Os resultados mostram que o modelo proposto foi mais representativo no setor de comércio, em especial porque este setor tem maior proporção de ativos e passivos circulares em relação aos seus ativos e passivos totais, além de indicar que a variável Capital de Giro Líquido sobre o Ativo (CGLA) é a mais confiável para mensurar a gestão do capital de giro entre empresas que se encontram em setores diferenciados. O modelo do estudo contribui para o avanço do tema no Brasil, podendo servir como base para pesquisas futuras que considerarem outras variáveis moderadoras, outro recorte setorial, por exemplo, empresas de pequeno e médio porte, que enfrentam maior dificuldade para gerir seu capital de giro.


Palavras-chave


Capital de Giro; Desempenho; Bolsa de Valores

Texto completo:

PDF | 65 - 81 |


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v5i1.29544