Frederico Carlos Hoehne: viagem à Araucarilândia

José Luiz de Andrade Franco, José Augusto Drummond

Resumo


O texto examina o pensamento do botânico brasileiro Frederico Carlos Hoehne (1882-1959) no que diz respeito à proteção da natureza e ao uso “racional” dos recursos naturais, usando como bases o seu relato sobre uma viagem de campo realizada em 1928 aos estados do Paraná e Santa Catarina e um texto posterior (de 1951) de sua autoria sobre reflorestamento e manutenção de habitats. Hoehne foi um pioneiro no tema entre os cientistas brasileiros do século XX e contribuiu para a emergência de uma
consciência ambientalista no Brasil. A sua abordagem combinava argumentos científicos com apelos estéticos e difundia a percepção de que a natureza deveria desempenhar um papel importante na constituição da identidade nacional brasileira.

Palavras-chave


conservação da natureza; Mata Atlântica; desmatamento; identidade nacional; araucária; Paraná; Santa Catarina; nature conservation; Atlantic Forest (Brazil); deforestation; national identity

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v11i0.7814



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.