Conhecimento local de agricultores familiares sobre árvores nativas em pastagens do Portal da Amazônia, MT

Alexandre de Azevedo Olival, Renata Evangelista de Oliveira, Adriana Cavalieri Sais, Saulo Eduardo Xavier Franco de Souza

Resumo


A pecuária extensiva é uma das principais causas de desmatamento e perda de biodiversidade em regiões de fronteira agrícola como o Portal da Amazônia, região Norte de Mato Grosso. A pré-disposição de agricultores em incluir árvores em pastagens depende de sua percepção positiva sobre elas, e pode subsidiar a construção de novos sistemas produtivos, que melhorem estrutural e funcionalmente a paisagem da região. Estudamos a percepção de 39 agricultores familiares, de quatro municípios da região do Portal da Amazônia, sobre os benefícios das árvores em pastagens, avaliando seu potencial para sistemas silvipastoris. Realizamos a caracterização de pastagens sombreadas, o levantamento das espécies arbóreas nativas e o registro e avaliação do conhecimento e percepção dos agricultores sobre elas. Conduzimos oficinas comunitárias para definição de espécies arbóreas consideradas chave, sua caracterização dendrométrica e levantamento bibliográfico sobre o potencial em sistemas silvipastoris. A avaliação das pastagens apontou predomínio de espécies de braquiária (Urochloa spp.) e baixa adoção de práticas de manejo. Mapeamos 1875 árvores (com densidade entre 0,29 e 45,8 indivíduos/hectare) e identificadas 129 espécies. As principais motivações dos agricultores para manter árvores nas pastagens foram o fornecimento de sombra para os animais (94,8%), melhoria do solo (69,2%) e geração de renda com sementes (25,6%). As espécies de maior interesse foram Samanea tubolosa, Handronthus serratifolius, Apeiba tibourbou, Maclura tinctoria e Platymiscium floribundum. Os resultados apontam possibilidades para o uso de espécies arbóreas nativas em pastagens, contribuindo com a reintrodução do componente arbóreo e da biodiversidade nativa em sistemas produtivos. Demonstram o potencial de sistemas silvipastoris com espécies arbóreas nativas como alternativas aos modelos convencionais de produção na região, contribuindo com uma nova forma de se compreender os sistemas pecuários e com o desenvolvimento local e regional no Portal da Amazônia.


Palavras-chave


sistemas silvipastoris; agrobiodiversidade; percepção; desenvolvimento local; Amazônia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v59i0.76867

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter

 
A partir de 2023, Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. CC BY 4.0
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.