Redes sociais na gestão dos recursos hídricos do semiárido: o caso do Projeto de Integração do Rio São Francisco no Estado do Ceará

Everton Nogueira Silva, Patrícia Verônica Pinheiro Sales Lima, Maria Ivoneide Vital Rodrigues, Ahmad Saeed Khan, Francisco Casimiro Filho

Resumo


O objetivo central do estudo é descrever a rede das principais entidades envolvidas nas decisões tomadas no âmbito da gestão e implementação do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). Para tanto, foi adotado um recorte que abrangeu a porção do projeto inserida no Estado do Ceará. Os dados analisados foram obtidos por meio de entrevistas. O método utilizado foi a Análise de Redes Sociais (ARS). Os principais resultados mostraram que são poucas as entidades interagindo no PISF no Estado do Ceará e estas apresentam baixa conexão. Além disso, observou-se que a gestão do projeto se dá sob baixos níveis de implementação dos princípios de boa governança. A conjuntura observada é problemática, pois implica espaço reduzido para a discussão de prioridades e competências e, portanto, uma menor probabilidade de resolução de conflitos e definição de medidas mais gerais de convivência com o semiárido.

Palavras-chave


governança; gestão hídrica; políticas públicas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v55i0.73165

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.