Ciência, valores, conhecimento tradicional/indígena e diálogo de saberes

Hugh Lacey

Resumo


Este artigo discute a possibilidade de um diálogo construtivo entre ciência moderna e saberes tradicionais/indígenas, inclusive os saberes dos Povos Tradicionais na América Latina. O argumento desenvolvido nele depende de interpretar a ciência em termos da pesquisa multiestratégica [P-MS]: utiliza a distinção entre estratégias descontextualizadoras (SDs) e estratégias sensíveis ao contexto (SCs) e as teses: as estratégias metodológicas adotadas para projetos de pesquisa podem variar com as características dos objetos da pesquisa; há relações de reforço mútuo entre a adoção duma estratégia e a aderência a valores éticos e sociais particulares; há limites nos tipos dos objetos que podem ser investigados sob uma estratégia; e as várias estratégias desempenham papeis complementares. A tese principal do artigo é que o diálogo construtivo entre a P-MS e os saberes tradicionais é possível na condição de que (a) o conhecimento obtido nos saberes tradicionais pode ser interpretado como tendo sido gerado sob variedades das SCs, cuja adoção tem relações de reforço mútuo com a aderência aos valores incorporados nos modos de vida e práticas dos grupos que fomentam os saberes; e/ou (b) a P-MS pode ser interpretada como consistindo num conjunto de saberes – cada um identificado por uma estratégia – que pertence a um conjunto maior dos saberes (cada um social, cultural e historicamente situado) que também contém os tradicionais, do qual todos os membros geram conhecimento com credenciais epistêmicas potencialmente comparáveis àqueles de investigações científicas conduzidas sob as SDs.


Palavras-chave


ciência moderna; valores; saberes tradicionais; diálogo de saberes; estratégias metodológicas; pesquisa multiestratégica; tecnociência comercialmente orientada; agroecologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v50i0.65422



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.