Conservação de remanescentes florestais no Brasil: considerações sobre os principais instrumentos de gestão ambiental

Flora Bonazzi Piasentin, Susana Lins Góis

Resumo


A perda de biodiversidade é um problema que atinge diversos ecossistemas naturais no mundo, ocorrendo com taxas alarmantes e crescentes. A redução dessas taxas consiste no principal compromisso assumido entre os países que compõem a Convenção sobre Diversidade Biológica. Este artigo se propõe a examinar alguns dos instrumentos de gestão ambiental (de regulação direta ou comando e controle e econômicos) existentes no Brasil para alcançar este compromisso, em especial com referência à conservação de remanescentes florestais. Para tanto, apresentam-se os principais instrumentos de comando e controle adotados e instituídos por meio do Código Florestal Brasileiro (1934; 1965; 2012a) e do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (2000), entre outros dispositivos regulatórios. São considerados também alguns instrumentos econômicos, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) Ecológico e os incentivos associados à criação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs). Analisa-se o conjunto destes instrumentos sob a luz de sua eficácia para a manutenção da cobertura florestal em áreas públicas e privadas. Discutem-se as limitações e potencialidades das normas governamentais, observando-se a predominância de instrumentos de comando e controle em relação aos instrumentos econômicos. Por fim, conclui-se que é necessário o aprimoramento da estratégia governamental relativa à conservação de remanescentes por meio de ações de fortalecimento do desempenho dos instrumentos regulatórios disponíveis e sua complementação por novos instrumentos econômicos.


Palavras-chave


instrumentos de comando e controle; instrumentos econômicos; legislação ambiental brasileira: conservação florestal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v36i0.42518



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.