Environnement et ruralité: enjeux et paradoxes

Jean-Paul BILLAUD

Resumo



Os problemas ambientais são aqui analisados a partir da abordagem da ruralidade na perspectiva das
ciências sociais. Três processos da ação política e coletiva são evocados: a construção de um espaço de
sentido comum, a aplicação de conhecimentos diversos na normatização das atividades e a emergência
de novos territórios do meio ambiente. O texto apresenta uma análise das sociedades rurais nos últimos
trinta anos, evidenciando desafios e paradoxos marcantes no âmbito da modernidade.

Rural and the environment: word matters and paradoxes

Abstract


Environmental problems are analyzed here from a rural approach under the social sciences perspective.
Three political and collective action processes are addressed: the construction of a common sense space;
the application of various kinds of knowledge in standardizing activities; and the emergence of new
environmental territories. The text presents an analysis of rural societies in the past thirty years, highlighting
striking challenges and paradoxes in the context of modernity.


Palavras-chave


ruralidades; meio ambiente; ciências sociais; território; patrimônio; modernidade; rural aspects; the environment; social sciences; territory; ownership; modernity.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v10i0.3099



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.