Agroecologia e agricultura orgânica: controvérsias e tendências

Renato Linhares de Assis, Ademar Ribeiro Romeiro

Resumo


Discute-se, neste texto, a evolução do progresso tecnológico na agricultura no que se refere a suas interações com o meio ambiente, caracterizando o surgimento de sistemas agroecológicos de produção como contraponto aos impactos ambientais resultantes da desconsideração pela agricultura moderna dos equilibrios ecológicos naturais. Caracteriza-se agroecologia como ciência surgida a partir da busca de baseteórica para sistemas orgânicos de produção. Entretanto, a agricultura orgânica é uma prática agrícola, cuja construção social apresenta alguns vieses que determinam que os limites teóricos da agroecologia sejam respeitados em maior ou menor grau. Neste sentido, o trabalho procura esclarecer certos equívocos correntes sobre agroecologia e agricultura orgânica. Observa-se também que existemperspectivas promissoras para a agricultura orgânica em nível de mercado. Ressalta-se, entretanto, para o risco do aumento deuma produção orgânica que não respeite integralmente os princípios ecológicos definidos pela agroecologiapara garantir a sustentabilidade no longo prazo.

Palavras-chave


istória da agricultura, agricultura alternativa, agricultura orgânica, agroecologia, mercado orgânico.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v6i0.22129



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.