Um tradutor de latim sob D. Pedro II: perspectivas para a História da Tradução da Literatura Greco-romana

Brunno Vinicius Gonçalves Vieira

Resumo


Apresento neste artigo alguns resultados de um estudo que tem procurado inventariar, estudar e divulgar o trabalho de José Feliciano de Castilho (1810-1879) como tradutor de Latim. Face à multiplicidade de tratamentos que se abrem diante do estudo de práticas tradutórias precedentes, divido este artigo em duas partes. Na primeira delas, busco mostrar a importância da obra tradutória desse homem de letras para a compreensão da cena literária brasileira do Segundo Reinado. Na segunda parte deste artigo, destaco a relevância da História da Tradução para práticas translatícias contemporâneas, apontando como se dá minha leitura tradutória das versões de Lucano levadas a cabo por Castilho José.


Palavras-chave


José Feliciano de Castilho; História da Tradução; Lucano

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v80i1.17072

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.