CARACTERIZAÇÃO DE ACIDENTE COM MATERIAL PERFUROCORTANTE E A PERCEPÇÃO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM

Alessandra Saldanha Ribeiro, Ruth Irmgard Bärtschi Gabatz, Eliane Tatsch Neves, Stela Maris de Mello Padoin

Resumo


Trata-se de estudo descritivo cujos objetivos foram caracterizar o acidente com material perfurocortante e
conhecer a percepção da equipe de Enfermagem diante do acidente. Os dados foram coletados por meio de entrevista com
22 profissionais de enfermagem de um hospital universitário do Sul do Brasil, no período de março a maio de 2008. A análise
ocorreu conforme conteúdo e frequência, aplicando-se a análise temática. Os resultados revelaram que a situação do
acidente envolve: descuido/distração no momento do acidente; a agulha como principal material; as mãos são mais
atingidas; a não utilização de precaução padrão e a falta de notificação do acidente. É necessário que as instituições de
ensino e de assistência programem medidas para melhorar a segurança no trabalho, pela estrutura organizacional e
educação permanente para práticas de biossegurança.

Palavras-chave


Enfermagem; Precauções universais; Acidentes de trabalho; Síndrome da imunodeficiência adquirida; Nursing; Universal precautions; Accidents; Occupational; Acquired immunodeficiency syndrome; Enfermería; Precauciones universales; Accidentes de trabajo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v14i4.16379 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133