A GESTÃO DE CONTRATOS DE JOGADORES DE FUTEBOL: UMA ANÁLISE SOB A PERSPECTIVA DA TEORIA DA AGÊNCIA - O CASO DO CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE

Amaury José Rezende, Flávia Zóboli Dalmácio, Carlos Alberto Pereira

Resumo


Esta pesquisa tem como objetivo analisar o processo de gestão de contratos de jogadores de futebol sob a Teoria da Agência. A pesquisa compreende uma abordagem qualitativa, a partir do estudo de caso do Clube Atlético Paranaense. Essa abordagem possibilitou a categorização das principais decisões e suas respectivas variáveis, bem como o entendimento de: como, por que e quando as decisões contratuais (comprar, vender, emprestar, renegociar, forma e permutar jogadores de futebol) ocorrem. Além disso, levantou-se como é realizado o processo de gestão contratual dos atletas amadores e dos profissionais e os seus respectivos mecanismos de incentivos (financeiros, econômicos e sociais), monitoramento (conduta moral e esportiva) e enforcement (econômicos e esportivos). Destaca-se que esta pesquisa abre espaço para realização de novos estudos, que busquem a estruturação de soluções para avaliação econômica das decisões envolvendo jogadores de futebol e mensuração dos seus impactos econômicos, proporcionando, aos gestores, parâmetros para planejamento, avaliação e controle das transações relacionadas ao jogador de futebol.


Palavras-chave


Jogador de futebol. Gestão de contratos. Teoria da Agência.

Texto completo:

PDF | 95 - 123 |


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v2i3.20662

Revista Contabilidade e Controladoria [RC&C] - ISSN 1984-6266
Avenida Prefeito Lothário Meissner, 632 - Campus III
CEP 80210-070, Curitiba, PR, Brasil