APLICAÇÃO DO BALANCED SCORECARD A UMA ORGANIZAÇÃO DO TERCEIRO SETOR

Paulo César Ribeiro Quintairos, Érico da Silva Costa, Marco Aurélio Vallim Reis da Silva, Edson Aparecida de Araújo Querido Oliveira

Resumo


Nas duas últimas décadas a sociedade brasileira passou a atribuir crescente importância à cidadania, à educação, à segurança, ao meio ambiente e ao bem estar social. Dada a incapacidade dos governos em atender às novas demandas, as organizações do Terceiro Setor assumiram um papel relevante, surgindo como parte da solução dos problemas sociais. Entretanto, a gestão destas organizações é bastante difícil devido às características intrínsecas do setor. Neste trabalho é apresentado um modelo de gestão estratégica, baseado no Balanced Scorecard, para uma organização deste setor: a ONG Zambô, do Movimento Negro de Caraguatatuba, município do litoral norte do Estado de São Paulo. Conclui-se que o Balanced Scorecard é uma ferramenta que permitiu a integração da missão e visão da ONG Zambô de forma a traduzi-la em objetivos e medidas que possibilitam a avaliação do seu desempenho sob a ótica de quatro perspectivas: financeira, clientes, processos internos e aprendizado e crescimento.

Palavras-chave


Desenvolvimento Regional, Terceiro Setor, ONG, Gestão, Balanced Scorecard

Texto completo:

PDF | 164 - 174 |


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v1i2.15265

Revista Contabilidade e Controladoria [RC&C] - ISSN 1984-6266
Avenida Prefeito Lothário Meissner, 632 - Campus III
CEP 80210-070, Curitiba, PR, Brasil