Apontamentos gerais sobre agronegócio e sindemia no Brasil

Leonardo Melgarejo, Acácio Zuniga Leite

Resumo


O artigo contém uma reflexão exploratória sobre as contradições do modelo agroquímico no contexto atual das políticas de desenvolvimento rural no Brasil. Abordamos a teia de inter-relações envolvendo a proliferação de cultivos transgênicos, a flexibilização dos arranjos institucionais que limitam e controlam o uso de agrotóxicos, a expansão em ritmo acelerado dos desmatamentos e os atentados cada vez mais frequentes aos direitos fundamentais das populações tradicionais. Além disso, os impactos atuais e potenciais gerados por um novo ciclo de zoonoses com perfil sindêmico, ameaçando ao mesmo tempo a soberania nacional, os direitos humanos e a utilização prudente e equitativa do patrimônio natural e cultural do povo brasileiro, são ressaltados. Por fim, propomos uma nova maneira de pensar e gerir sistemas agroalimentares num cenário de agravamento acelerado da crise socioecológica global.


Palavras-chave


biotecnologia; agronegócio; transgênicos; agroecologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v57i0.76522

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.