Barragem Poço de Varas: uma proposta política centenária

José Washington Gonçalves Pereira, Cícero Nilton Moreira da Silva

Resumo


A fim de superar os problemas decorrentes das secas na região Nordeste do Brasil, o Estado, ao longo de sua história, decidiu investir na construção de obras hidráulicas, especialmente em barragens. Neste sentido, o presente trabalho se trata de um estudo de caso acerca da proposta centenária de construção da Barragem Poço de Varas, que está presente desde 1915 no cenário político da microrregião Serra de São Miguel, no interior do Estado do Rio Grande do Norte. Dessa forma, os objetivos deste artigo foram analisar como a proposta da barragem tem interferido historicamente na política e na gestão dos recursos hídricos dos municípios de Dr. Severiano, Encanto, Venha Ver, Cel. João Pessoa e, especialmente, São Miguel. Para tanto, além de conversas informais e diversas visitas in loco, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com os prefeitos dos municípios de Cel. João Pessoa e São Miguel, com o ex-secretário de infraestrutura do Estado do Rio Grande do Norte e com os moradores que perderão suas casas caso a obra seja construída. Para o tratamento dos dados coletados, utilizamos a Análise de Conteúdo, método criado por Bardin (1977) e defendido por Silva & Fossá (2013). Os resultados demonstram como a Barragem Poço de Varas foi transformada politicamente na única alternativa para a solução hídrica dos municípios envolvidos no projeto, bem como as famílias Fernandes e Torquato se hegemonizaram no poder local durante esse período, tendo a barragem como carro-chefe de campanha.

Palavras-chave


história política; indústria da seca; gestão de recursos hídricos; oligarquias

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v55i0.73622

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.