A desertificação no Seridó do Rio Grande do Norte e da Paraíba: questão fundiária, pobreza rural e analfabetismo

Daiana Caroline Refati, Ricardo da Cunha Correia Lima, Aline Gama de Almeida, Cícero Fidelis da Silva Neto, Heithor Alexandre de Araújo Queiroz

Resumo


Pesquisa realizada no Seridó da Paraíba e do Rio Grande do Norte analisou o fenômeno da desertificação a partir do levantamento de indicadores socioeconômicos, ambientais e institucionais, organizados em força motriz, pressão, estado, impacto e resposta. O objetivo da presente pesquisa foi aprofundar a discussão sobre a relação entre os indicadores de força motriz e o meio ambiente. Os indicadores selecionados foram concentração de terras (área dos estabelecimentos rurais menores que o módulo fiscal e sob regime de não propriedade) e desigualdades no campo (população rural abaixo da linha de pobreza e analfabetismo), os quais representam causas estruturais ou indiretas da desertificação. A metodologia utilizada foi revisão bibliográfica e sistematização de dados referentes à estrutura fundiária, à escolaridade e à renda de 32 municípios do Núcleo Seridó do Rio Grande do Norte e da Paraíba. O Seridó do Rio Grande do Norte possui maior número de grandes propriedades e predomínio de imóveis com assentados sem titulação definitiva, arrendatários e produtores sem área. O analfabetismo no campo é maior nos municípios do Seridó Ocidental potiguar e Oriental paraibano. No Seridó paraibano predominam minifúndios e maior população rural abaixo da linha da pobreza. Em sua porção oriental predominam parceiros e ocupantes e na ocidental, arrendatários e ocupantes. A relação entre os indicadores estudados com o meio ambiente é variável e, portanto, dependente de dinâmicas locais.


Palavras-chave


semiárido brasileiro; indicadores socioeconômicos; população rural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v55i0.73346

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.