A dinâmica da inovação na agricultura familiar do semiárido potiguar

Sued Wilma Caldas Melo, Luiz Guilherme de Oliveira

Resumo


A partir da premissa de que a inovação não se restringe à alta tecnologia ou a um intenso grau de pesquisa e desenvolvimento, sendo muito relevante no contexto da agricultura familiar, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a dinâmica inovativa dos agricultores familiares do semiárido potiguar e investigar seu papel para a melhoria das condições de vida das famílias. A metodologia compreendeu a aplicação de questionários estruturados a 428 famílias de agricultores de 68 municípios do Rio Grande do Norte nos meses de junho a agosto de 2018. Os resultados indicaram que a inovação está presente nas atividades das famílias, sendo a introdução de novas formas de plantar o principal tipo de inovação e o Estado o principal agente indutor do processo inovativo. A região é dotada de potencial inovativo e caso houvesse maiores incentivos – como serviços de assistência técnica e extensão rural – e um ambiente mais propício, o grau de inovação da região seria maior.

Palavras-chave


baixa intensidade tecnológica; pobreza; desenvolvimento rural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v55i0.73325

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.