Conhecimento tradicional e o impacto da salinização em comunidades agrícolas no norte do Estado do Rio de Janeiro, Brasil

Raquel da Silva Paes, Sérgio Carvalho Moreira, Camilah Antunes Zappes

Resumo


O presente estudo aborda o conhecimento tradicional de agricultores familiares sobre a salinização dos corpos hídricos e do solo no 5º Distrito do município de São João da Barra, Estado do Rio de Janeiro, e viabilidade da agricultura frente à instalação do Complexo Logístico Industrial do Porto do Açu (CLIPA). Por meio da etnografia foram realizadas 50 entrevistas etnográficas junto aos agricultores locais. As interferências sobre a agricultura familiar descritas envolvem principalmente a salinização dos corpos hídricos e solo causada pela instalação do CLIPA e questões financeiras decorrentes da perda da lavoura. A continuidade da atividade na região pode estar comprometida devido à intensificação da salinização após a instalação do megaempreendimento. Políticas públicas devem ser planejadas em conjunto com as comunidades locais, o poder público, as instituições privadas responsáveis pelo CLIPA, e as instituições de pesquisa da região a fim de manter as práticas sócio-culturais e economia locais.

 


Palavras-chave


agricultura tradicional; impactos de empreendimentos portuários; salinização

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v49i0.54278



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter

 
A partir de 2023, Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional. CC BY 4.0
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.