Caracterização de Sistemas de Áreas Naturais Protegidas em duas metrópoles mexicanas

Gabriela de la Mora-de la Mora

Resumo


A partir de uma análise policêntrica aplicada a nível mezzoregional, são caracterizados os sistemas de áreas naturais protegidas (SANP) urbanas e periurbanas nas cidades mexicanas de Guadalajara e Monterrey. Estes sistemas são defnidos pela proximidade das áreas urbanas e as áreas naturais protegidas, mas não por uma perspectiva normativa ou de política pública existente. As áreas naturais protegidas que fazem parte de ambos os sistemas são administradas e geridas por diferentes níveis de governo (federal, estadual e municipal), que enfrentam grandes desafos na sua gestão, causados por processos de urbanização locais, sendo uma das questões mais importantes a falta de coordenação e comunicação entre as autoridades dos diferentes níveis de governo. O estudo é realizado com base na análise de informação documental especializada no assunto e em dados empíricos recolhidos por meio de entrevistas com as principais partes interessadas em cada uma das metrópoles.

Palavras-chave


sistemas de áreas naturais protegidas urbanas e periurbanas; sistemas policêntricos; conservação; serviços ambientais; Guadalajara e Monterrey

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v38i0.44769



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.