Open Journal Systems

Estudo exploratório sobre o comportamento de consumo e de descarte das tecnologias digitais por jovens

Eduardo Chierrito de Arruda, Wellington Francisco Bescorovaine, Ana Luisa Martins Rosa, Ana Beatriz Tozzo Martins, Rute Grossi Milani

Resumo


Este estudo buscou analisar o perfil de consumo e o destino pós-consumo das tecnologias digitais por jovens. Participaram da pesquisa 404 jovens, com idades entre 15 e 24 anos. Aplicou-se um questionário estruturado sobre as motivações para o uso, os motivos das trocas e os tipos de descarte. A análise estatística, efetuada por meio de regressão logística, mostrou que o gênero masculino tem 51% mais chance de troca da tecnologia de informática por desatualização do que o feminino. Além disso, o gênero feminino tem 2,44 vezes mais chances de trocar a tecnologia de telefonia por beleza. Quanto ao descarte, os jovens possuem a tendência de guardar, evidenciando o valor afetivo atribuído à tecnologia, embora o descarte em lixo comum ainda seja uma prática usual. Conclui-se que há necessidade de os jovens construírem um posicionamento crítico diante do apelo ao consumo, bem como ações de educação ambiental, visando ao comportamento ecológico.


Palavras-chave


meio ambiente; estudantes; tecnologia da informação; resíduos; saúde ambiental

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v38i0.44619