A relação entre comercialização de alimentos e princípios agroecológicos na rede de cooperativas de reforma agrária do Paraná/Brasil

Oscar José Rover, Ademir de Jesus Riepe

Resumo


O artigo analisa a (in)compatibilidade entre dinâmicas de comercialização de alimentos e princípios agroecológicos, estudando uma rede de cooperativas de reforma agrária. Foram consideradas as categorias “diversidade de alimentos” e “proximidade entre produção e consumo”, entendidas como chaves para uma abordagem agroecológica. Verificamos que o envolvimento com os mercados promove em algumas cooperativas uma forte especialização e possibilita a venda para mercados distantes, enquanto em outras se vê a valorização da diversidade e dos mercados de proximidade, porém, com dependência dos mercados institucionais. Concluímos que há caminhos possíveis para se especializar e ampliar a escala comercial sem se afastar de princípios agroecológicos.


Palavras-chave


agricultura familiar; agroecologia; circuitos curtos de comercialização; redes agroalimentares alternativas; mercados de proximidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/dma.v38i0.41984



Desenvolvimento e Meio Ambiente. ISSN: 1518-952X, eISSN: 2176-9109

Flag Counter   

 Licença Creative Commons
Desenvolvimento e Meio Ambiente de https://revistas.ufpr.br/made está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em https://revistas.ufpr.br/made/about.