VIDA E MORTE NOS CAMINHOS DOS GERAIS

Elizabeth Fiori

Resumo


No livro Caminhos dos Gerais, de Bernardo Élis, Thanatos (a morte) manifesta-se sob a forma do trágico e do macabro, Éros (o amor) manifesta-se no amor pela vida do eu. Regendo essas tramas de vida e morte, uma concepção trágica da existência intimamente ligada a certa desesperança no ser humano, que, envolvido numa “luta brutal pela vida”, desumaniza-se.

Palavras-chave


Morte; regionalismo; Bernardo Élis; Death; regionalism; Bernardo Élis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v69i0.7877

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.