O PRIMEIRO KNOCKOUT DE CORTÁZAR: CASA TOMADA

Ana Josefina Ferrari

Resumo


A obra de Cortázar foi e é estudada amplamente desde
diferentes perspectivas. Teóricos importantes se detêm sobre
ela porque, entre outras coisas, representa o ápice do movimento
denominado REALISMO MÁGICO OU REALISMO FANTÁSTICO.
Dito movimento ou modo de escrita caracteriza-se por
um modo diferente de aprender ou de se relacionar com a
realidade e como ela nos interpela. O presente artigo pretende
realizar uma análise do conto Casa tomada, de Julio Cortázar
observando a relação com a realidade. O ponto importante aqui
é a estratégia discursiva utilizada na elaboração do conto e
que será o inicio de um trabalho sobre a prosa que lhe ocupará
durante toda sua carreira de escritor. Interessa-me ver como se
produz o efeito do fantástico na materialidade desse conto de
Cortázar.

Palavras-chave


Cortázar; literatura argentina; estratégia discursiva; Cortazar; Argentine Literature; discursive strategy

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v66i0.5108

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.