DA LITERATURA AO CINEMA: um panorama da origem à consolidação do discurso identitário italiano

Julia Scamparini

Resumo


Através de um panorama da produção discursiva sobre a identidade italiana a partir da Unificação, procura-se mostrar que certos temas – tais como a religiosidade, o caráter, a política e a cultura do italiano – são constantes, presentes em textos verbais, visuais e sincréticos, e se mantêm alicerçados em uma perspectiva negativa, inaugurada no Trecento, por parte de seus sujeitos enunciadores. Acredita-se que a força desta rede discursiva contribui para a manutenção de um estado de mancanza denunciado e lamentado até hoje por artistas e pensadores que refletem sobre a Itália.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v86i2.29783

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.