Open Journal Systems

MORTE EM VENEZA: DESEJO E INTERDIÇÃO

José Miguel Rasia

Resumo



Este artigo analisa a novela Morte em Veneza, de Thomas Mann, tomando como
referência alguns conceitos da psicanálise. Quero ressaltar que não tomo a trama da
novela e seus personagens como elementos para a construção de um caso clínico, mas
sim de uma aproximação entre a literatura de Thomas Mann e a psicanálise de Freud,
ambas em plena construção no início do século XX.


Abstract


This article analyzes Thomas Manns novel Death in Venice taking into account
some concepts in Psychonalysis. Emphasis is placed not upon the novel and its charaters
as elements for the construction of a clinical case, but on an approximation between
Manns literature and Freuds Psychoanalysis, both under construction in the early 20th
century.


Palavras-chave


Psicanálise e literatura; paixão; morte; Psychoanalysis and literature; passion death.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v55i0.2819