Universidade de Classe Mundial no contexto Latino-Americano e Caribenho: o que dizem os Organismos Internacionais

Lara CarletteThiengo, Maria de Lourdes Pinto de Almeida, Lucídio Bianchetti

Resumo


Neste artigo se analisa o que dizem os Organismos Internacionais (OI) e seus especialistas acerca da possibilidade de construção e/ou existência de Universidades de Classe Mundial (UCM) nos países da América Latina e Caribe (ALeC), com o objetivo de evidenciar como estão sendo delineadas as especificidades deste modelo para esses países, que não compõem o eixo dinâmico do capital. Nesse mesmo sentido, buscou-se compreender o movimento desta tendência a partir dos lugares ocupados pelas universidades latino-americanas nos principais rankings acadêmicos internacionais. Em termos metodológicos, foram utilizados os levantamentos bibliográfico e de dados e a análise documental, considerando-se que a investigação sobre as tendências e manifestações da UCM pressupõe a compreensão da totalidade histórica e social.


Palavras-chave


Universidade de Classe Mundial; Universidade latino-americana; Organismos Internacionais; Politicas de Educação Superior.

Texto completo:

PDF


Qualis A1

Publicado pelo Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Contatos: (55) 41- 3535-6207 

E-mail: educar@ufpr.br

E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com

Web of Science (Clarivate Analytics)
Scielo
Academia.edu
Directory of Open Access Journals
Periódicos Capes
Google Acadêmico
Pergamum INEP
Latindex
Redalyc
Educ@
Directory of Open Access Scholary Resources
Information Matrix for the Analysis of Journals
Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal
MLA International Bibliography

Flag Counter

Contador ativo desde 10/09/2021