Open Journal Systems

A COMPREENSÃO DE DOENÇA DOS ADULTOS DA GRANDE CURITIBA

Ymiracy Nascimento de Souza Polak, Dilma Regina G. Kalegari, Dircélia Emalise Domingues, Inês Sayuri Yamasaki

Resumo


Estudo qualitativo, desenvolvido junto à população adulta da Grande Curitiba, que teve como objetivo compreender o constructo doença a partir dos discursos dos adultos envolvidos no estudo. Para tanto, foram realizadas 452 entrevistas em instituições de saúde, empresas comerciais, financeiras, fábricas, instituições públicas e privadas, escolas de segundo e terceiro grau e em casas de estudantes. Visando a uma melhor caracterização, o grupo foi subdividido em três segmentos: adulto jovem, indivíduos com faixa etária de 16 a 19 anos; adulto propriamente dito e adulto maior de 60 anos. Mediante interpretação dos discursos foram formuladas 10 categorias que possibilitaram uma compreensão de doença: punição e castigo; incapacidade e dependência; ausência de saúde; rítimo de vida; condições financeiras precárias; não estar bem consigo, com o outro e com o mundo; presença de agentes agressores externos e/ou internos. Os discursos sobre doença proporcionaram uma visão de como esta clientela percebe e compreende o seu mundo e do sentido por eles ao adoecerem. Permitiu, também, evidenciar as relações existentes entre ele, o outro e o mundo, reforçando a concepção do "sendo-no-mundo".

 

Palavras-chave


Doença; Adulto; Disease; Adult

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v1i2.8730