RELACIONAMENTO ENFERMEIRO-PACIENTE NO PRÉ-OPERATÓRIO: UMA REFLEXÃO À LUZ DATEORIA DE JOYCE TRAVELBEE

Berendina Elsina Bouwman Chistóforo, Ivete Palmira Sanson Zagonel, Denise S. Carvalho

Resumo


Este estudo tem como objetivo propor uma reflexão teórica do inter-relacionamento da equipe de enfermagem e paciente
no período pré-operatório, com vistas a fortalecer as dimensões que compõem as ações de cuidado na prática profissional à luz da
Teoria das relações Interpessoais de Joyce Travelbee. As inquietações emergem do cotidiano da pesquisadora enquanto enfermeira
assistencial e docente de enfermagem, em que verifica, que a organização do trabalho neste setor, muitas vezes, acompanha o modelo
funcional, tecnicista, impessoal, através de rotinas pré-estabelecidas. Enfatiza a importância do relacionamento com o paciente através
da escuta, percepção, cuidado, comunicação, considerando os sentimentos mobilizados diante de situação estressante como, medo,
dúvida e alterações emocionais. Aponta a necessidade de conscientização em relação à valorização do cuidado e do inter-relacionamento
e ainda, o preparo do profissional, a fim de alcançar a humanização do cuidado.

Palavras-chave


Equipe de enfermagem; Pacientes; Relação enfermeiro-paciente; Cuidados pré-operatórios; Nursing team; patients; Nursing-patient relationship; Pre-surgical care; Equipo de enfermería; Pacientes; Relación enfermería-pacientes; Cuidados pre-operatorios

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v11i1.5977 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133