HEPATITES B, C E SÍFILIS: PREVALÊNCIA E CARACTERÍSTICAS ASSOCIADAS À COINFECÇÃO ENTRE SOROPOSITIVOS

Odeony Paulo dos Santos, Marise Ramos de Souza, Cristiane José Borges, Matias Noll, Fabiano Campos Lima, Patrícia de Sá Barros

Resumo


Objetivou-se determinar a prevalência, perfil epidemiológico e as características associadas à coinfecção pelo vírus da hepatite B, C e sífilis entre indivíduos infectados pelo vírus da imunodeficiência humana. Estudo quantitativo, por meio de análise documental das anotações de consultas feitas e documentadas em prontuário pela equipe multiprofissional de 323 prontuários cadastrados e/ou em acompanhamento, provenientes de dez municípios do Estado de Goiás, com coleta de dados entre os meses de junho e novembro de 2016 no Serviço de Assistência Especializada. Do total de sorologias analisadas, observou-se prevalência de coinfecção de 54 (19%) para hepatite B, sete (2,3%) hepatite C e 51 (16,2%) sífilis. As coinfecções estiveram relacionadas à idade, estado civil, multiplicidade de parceiros sexuais e baixa adesão ao uso do preservativo durante o intercurso sexual. Os resultados desta investigação poderão contribuir no planejamento e implementação de ações de saúde, orientando medidas preventivas para grupos vulneráveis à coinfecção.


Palavras-chave


Doenças sexualmente transmissíveis; Perfil de saúde; Testes sorológicos; Epidemiologia.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i3.51693 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133