A COMUNICAÇÃO DO PESSOAL DE ENFERMARIA COM A EQUIPE CIRÚRGICA

Ana Laura Muciño Carrera, Danelia Gómez Torres, Guadalupe Sánchez Arias, Elizabeth Bernardino, Solange Meira de Sousa

Resumo


O objetivo desta pesquisa foi interpretar a comunicação de enfermeiras com a equipe cirúrgica. Estudo qualitativo, em que se utilizou a Etnometodologia, com base na teoria da comunicação humana de Watzlawick. As participantes do estudo foram 19 enfermeiras, durante a coleta de dados foram aplicados formulários de entrevista e observação, de fevereiro a maio de 2015, e o estudo foi realizado em uma hospital terciário do México. A teoria acima mencionada foi analisada com o método de análise de conteúdo, para sua discussão. As enfermeiras realizam a comunicação com previsão, confirmam a informação mais significativa, e observam a importância de garantir a segurança do paciente ao se comunicar. Conclui-se que o profissional de enfermagem promove comunicação assertiva dentro da equipe; no entanto, requer-se a participação ativa de todos para obter reciprocidade e sintonia na informação, e assim manter uma comunicação eficaz para evitar riscos durante os procedimentos cirúrgicos.

Palavras-chave


Comunicação; Enfermeiros; Salas Cirúrgicas.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v22i3.50928 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133