PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E ENFERMAGEM: O CONHECIMENTO ACERCA DO SUPORTE BÁSICO DE VIDA

Cristiele Aparecida Alves, Cinthia Natalia Silva Barbosa, Heloisa Turcatto Gimenes Faria

Resumo


Estudo descritivo e transversal cujo objetivo foi avaliar o conhecimento teórico dos enfermeiros de um hospital do interior de Minas Gerais-Brasil acerca do suporte básico de vida utilizado no atendimento à parada cardiorrespiratória. A amostra foi constituída por 16 enfermeiros, para a coleta de dados utilizou-se instrumento construído com base nas recomendações da American Heart Association para ressuscitação cardiopulmonar. Os resultados mostraram lacunas no conhecimento acerca dos ritmos identificados na parada cardiorrespiratória, sequência de atendimento, número de ciclos compressão versus ventilação, abertura das vias aéreas, local de colocação das pás do desfibrilador, procedimento a ser realizado imediatamente após o choque, e cargas, em joules, recomendadas para a desfibrilação. Recomenda-se a reavaliação e capacitação contínua dos enfermeiros para adequado desempenho no atendimento em parada cardiorrespiratória, contribuindo para a sobrevida da população.

Palavras-chave


Educação em enfermagem; Parada cardíaca; Conhecimento; Ressuscitação cardiopulmonar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i2.32579 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133