IMPLANTAÇÃO DE AÇÕES PARA ENFRENTAMENTO DO CONSUMO DE DROGAS NA ATENÇÃO PRIMARIA A SAÚDE

Jessica Adrielle Teixeira Santos, Magda Lúcia Félix de Oliveira

Resumo


O estudo avaliou a implantação de diretrizes para atenção integral a usuários de álcool e outras drogas na Atenção Primária à Saúde, por meio de pesquisa avaliativa de estudo de caso, utilizando-se a diretriz do Ministério da Saúde para esta política pública. Participaram gestores municipais e profissionais de saúde de uma Unidade Básica de Saúde, sendo a maioria mulheres com idade entre 30 e 49 anos e tempo no cargo/função inferior a cinco anos. Como julgamento preconizou-se que a proporção de respostas concordantes com a diretriz corresponderia ao grau de implantação: implantada (>80%), insatisfatória (40% a 79,9%) e crítica (< 39,9%). O grau de implantação global das diretrizes foi insatisfatório (66,9%), no entanto, para os gestores (91,6%) e alguns profissionais (80,5%) este foi considerado aceitável. Os resultados apontam a necessidade de analisar o papel de diferentes equipamentos que compõem a rede de atenção integral.

Palavras-chave


Avaliação; Políticas públicas de saúde; Usuários de drogas; Atenção primária a saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v18i1.28977 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133