A REORGANIZAÇÃO DO PROCESSO DE TRABALHO EM ENFERMAGEM, A PARTIR DA INFORMÁTICA

Luiz Carlos Santiago, Maria Madalena Januário Leite, Priscila Sanchez Bosco, Ericka Caminha Ferreira, Carlos Lyra Silva

Resumo


Objetivou-se identificar o uso do computador no cotidiano da prática da Enfermagem hospitalar e discutir o impacto provocado na assistência. Estudo descritivo-exploratório, quantiqualitativo, utilizando-se formulário semiestruturado para entrevista, contemplando 45 enfermeiros alocados em dois hospitais do Rio de Janeiro, um público e outro privado. Os dados foram tratados pela Análise de Conteúdo dos Discursos e pela metodologia de categorização. O resultado do estudo foi a construção da categoria analítica “A reorganização do Processo de Trabalho em Enfermagem, a partir da informática”. Mediante análise desta categoria depreendemos que não houve participação dos enfermeiros na construção dos Sistemas de Informação Eletrônica ou dos Prontuários Eletrônicos do Paciente. Concluímos que a utilização do computador no cotidiano dos enfermeiros, nas duas instituições, é realizada empiricamente, apesar da informatização da instituição privada, ser melhor em comparação à instituição federal. Com isso, se revela a ausência de sistematização da assistência feita com o auxílio do computador.


Palavras-chave


Trabalho; Enfermagem; Informática; Sistematização da assitência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v16i4.21268 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133