A EDUCAÇÃO NO DISCURSO DE UMA EQUIPE DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Marina da Silva Sanes, Tatiane Alonso Arrieche, Maria Elizabeth Carvalho Cestari

Resumo


Este estudo, de abordagem qualitativa e de tipo descritivo, teve por objetivo identificar o discurso referente à educação no ambiente de trabalho, expresso por membros de uma equipe multiprofissional da Saúde da Família no Município de Rio Grande, Estado do Rio Grande do Sul. A coleta de dados ocorreu de março a junho de 2009, com a utilização de entrevistas não estruturadas a nove profissionais. O corpus do trabalho foi analisado conforme a análise de discurso, utilizando-se a paráfrase e a polissemia como dispositivos analíticos. Identifica-se no discurso predomínio da concepção de educação tradicional, considerando que os profissionais referiram-na como um ato pontual, exterior e de cunho individual; entende-se a educação como construída entre os sujeitos. A análise permitiu a identificação dos discursos presentes na equipe e possibilitou sua compreensão numa estrutura maior de sentidos, instituídos pela educação em geral, e utilizados na formação de profissionais da saúde.

Palavras-chave


Educação; Saúde da família; Recursos humanos em saúde

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v15i3.18891 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133