ORGANIZAÇÃO E ATENDIMENTO DE UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE: SIGNIFICADOS PARA USUÁRIOS/FAMILIARES E FUNCIONÁRIOS

Fernanda Regina Vicente, Grasiele Campregher, Alacoque Lorenzini Erdmann, Lucia Hisako Takase Gonçalves

Resumo


Este estudo objetivou esclarecer os significados da organização e atendimento numa Unidade Básica de Saúde

para seus funcionários e usuários/familiares. Ancorou-se nos fundamentos teórico-filosóficos e políticas de práticas no

cuidado à saúde do SUS. Foi um estudo de abordagem qualitativa, tendo como sujeitos 10 funcionários e 20 usuários dos

programas de saúde da UBS. As entrevistas e observações foram realizadas em junho e julho de 2007. Da análise dos

dados, segundo Bardin, emergiram os temas referentes a Organização: Sobrecarga/demanda – ESF; Equipe multiprofissional;

Funcionamento; Organização participativa; e Qualidade da organização. E, referentes ao Atendimento: Sobrecarga/

demanda; Referência e Contra-Referência/ Especialidades; Atenção Básica em Saúde; Fluxo ágil; Acolhimento; Comparação

com outros serviços de saúde; e Qualidade do atendimento. Estes significados mostram a importância da organização e

atendimento desta Unidade e contribuem para a melhoria da gestão dos serviços de saúde.


Palavras-chave


Serviços de Saúde; Enfermagem em Saúde Comunitária; Sistemas de Saúde=pt; Health Services; Community Health Nursing; Health Systems=en; Servicios de salud; Enfermería en salud comunitária; Sistemas de salud=es

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v13i3.12967 ';





Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133