ADEUS À CRÍTICA LITERÁRIA

Renato Suttana

Resumo


A pretensão de dar à crítica literária um estatuto próprio –
científico ou não – marcou profundamente o ideário crítico do
século XX. Neste ensaio discutem-se as implicações de
tal atitude, bem como as possibilidades (ou impossibilidades)
de fundamentá-la sobre bases epistemológicas seguras. Ao
mesmo tempo, aventa-se a idéia de que a crítica, ao se envolver
com o seu objeto, se contamina inexoravelmente por ele,
tornando-se uma espécie de “ficção” ela também, cujos
estatutos não podem ser buscados fora da literatura, em
metodologias que se querem isentas dessa contaminação.

Palavras-chave


teoria literária; crítica literária; ficção; crítica sociológica; mimese; interpretação; theory of literature; literary criticism; fiction; sociological criticism; mimesis; interpretation

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v69i0.7880

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.