Open Journal Systems

De Adrienne Rich a Judith Butler – ou do feminismo lésbico à teoria queer

Mariana Ruggieri

Resumo


O texto a seguir busca contextualizar a produção ensaística de Adrienne Rich entre os anos 70-80 de modo a situar o seu conceito de continuum lésbico dentro do feminismo lésbico norte-americano para então mapear os dissensos produzidos em torno da categoria “lésbica”. O artigo propõe que estes dissensos estão vinculados ao surgimento da teoria queer.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v107i1.78155