UMA LEITURA DO INTER-DITO NO MARAVILHOSO DE A ESPUMA DOS DIAS

Zilla Mara Pastorello Scarpari

Resumo


A espuma dos dias, de Boris Vian, é um romance que adota procedimentos dos contos de fadas, do universo feérico de Lewis Carroll e do maravilhoso surrealista. A escritura fantástica vela, entretanto, a escritura fantasmática: nos seus meandros se oculta o que não pode ser dito. Por que não se deixar seduzir pelo texto e tentar desvelar seu espaço de desejos? Nesta busca reside a magia mais envolvente...

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v36i0.19262

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.