MANIFESTAÇÕES ARTÍSTICAS DE LATINOS NOS ESTADOS UNIDOS: Formas para Cruzar Fronteiras

Gisele Manganelli Fernandes

Resumo


Questões de fronteiras passaram a constituir um assunto importante no mundo contemporâneo, uma vez que a globalização tornou indistintas as noções de limites entre culturas e economias. Os imigrantes sempre tiveram de enfrentar o problema de cruzar fronteiras, e isto os levou a serem colocados frente a frente com questões relativas à identidade. Nos Estados Unidos, os textos produzidos por imigrantes latinos ou por americanos de origem latina têm revelado suas ansiedades e seus desconfortos quando são colocados em confronto com o debate a respeito de romper com as tradições de seus ancestrais e de se acostumarem a um estilo de vida diferente. Por meio de textos de Gloria Anzaldúa, Guillermo Goméz-Peña, e Gustavo Pérez-Firmat, este trabalho examina a divisão entre o sistema de valores herdado pelos latinos e o que eles devem obedecer na América. A utilização de duas línguas, Inglês e Espanhol, reforça um estilo de vida marcado por uma mistura de costumes, ideais e culturas, e também apresenta uma união problemática entre duas realidades complexas. Este estudo aborda a importância da literatura produzida pelos latinos nos Estados Unidos, pois seus escritos apontam a contribuições da imigração latina na vida cultural e social dos americanos. 

Palavras-chave


fronteiras, identidade, literatura produzida por latinos nos Estados Unidos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rel.v77i0.13057

Revista Letras - ISSN 0100-0888 (versão impressa) e 2236-0999 (versão eletrônica)

 

Licença Creative Commons
Revista Letras está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.