REFLEXÕES SOBRE A UTILIZAÇÃO DE DADOS QUANTITATIVOS EM PESQUISA EDUCACIONAL: O CASO DAS TAXAS DE COBERTURA DE MATRÍCULAS NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Claudia Regina Baukat Silveira Moreira

Resumo


A partir da comparação dos dados disponíveis relativos ao Censo Escolar da Educação Básica (BRASIL, MEC/INEP, 2010) e ao Censo Demográfico de 2010 (BRASIL, IBGE, 2010) este artigo apresenta algumas reflexões sobre os limites e as possibilidades da utilização de bases de dados quantitativos na pesquisa em Política Educacional. Para tanto, recorre à análise dos dados em si, bem como à análise e comparação das metodologias de coleta dos dados de cada uma das pesquisas. Conclui-se que, em que pesem as dificuldades impostas ao pesquisador, é imperativa a construção de metodologias que permitam a utilização de tais dados e que cabe à comunidade de pesquisadores ter clareza de que os dados não constituem a realidade, eles apenas indicam elementos para a compreensão da realidade.

Palavras-chave: dados quantitativos, taxas de cobertura de matrículas, pesquisa educacional.


Palavras-chave


Dados quantitativos, taxas de cobertura de matrículas, pesquisa educacional

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v8i15.35090

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Publicado pelo Núcleo de Políticas Educacionais (NuPE) e pela linha de pesquisa em Políticas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Published by Educational Policies Research Centre (NuPE) and by Educational Policy Research Group at Graduate Program in Education (PPGE / UFPR), Federal University of Paraná (UFPR), Brazil.

Contatos: +55 41 35356264

E-mail: jpe@ufpr.br