Os quadrinhos de Caxuxa e suas mensagens às crianças: considerações a respeito do corpo infantil na revista “Cirandinha” (anos de 1950)

Fernanda Theodoro Roveri, Maria Walburga dos Santos

Resumo


A revista “Cirandinha” circulou no Brasil nos anos de 1950 e tinha como objetivo a instrução e a diversão de meninas. Durante cerca de uma década, essa publicação veiculou maneiras específicas de ser, de sentir e de se comportar às leitoras, participando da educação da infância. Este artigo discute uma das histórias em quadrinhos publicadas pela ilustradora Giselda Melo, da personagem Caxuxa, uma menina negra. Os objetivos são identificar e analisar os processos históricos-pedagógicos de educação do corpo infantil, tendo como perspectiva as representações da infância nos textos e nas imagens da revista. As peripécias da personagem Caxuxa, manifestadas em seus gestos, falas e comportamentos, permitem uma discussão, no âmbito da história cultural, de suas ambiguidades, rupturas e contradições em relação aos valores e às lições moralizantes difundidos em outras seções da revista. Como resultado, conclui-se que Caxuxa é uma personagem expressiva para a compreensão dos processos educativos mais amplos que se inscrevem sob os corpos na infância.


Palavras-chave


Educação do corpo; infância; revistas infantis.

Texto completo:

PDF PDF (English)


 

Qualis A1

Publicado pelo Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Contatos: (55) 41- 3535-6207 

E-mail: educar@ufpr.br

E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com

Web of Science (Clarivate Analytics)
Scielo
Academia.edu
Directory of Open Access Journals
Periódicos Capes
Google Acadêmico
Pergamum INEP
Latindex
Redalyc
Educ@
Directory of Open Access Scholary Resources
Information Matrix for the Analysis of Journals
Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

Flag Counter

Contador ativo desde 10/09/2021