Notícias da pré-escola no Distrito Federal: apontamentos de Yvonne Jean (1960-1964)

Etienne Baldez L Barbosa

Resumo


Em abril de 1960 foi inaugurada a nova capital do Brasil, que continuou com obras posteriores, mas já tendo concretizado sua identidade de ser um símbolo de modernidade arquitetônica no país. Diversos brasileiros, acompanhados ou não de suas famílias, rumaram ao Distrito Federal, seja para serviços privados ou públicos. Nesse sentido, novas relações e vínculos familiares se constituíram e, com eles, o nascimento de crianças, fora as que vieram com os pais. Este trabalho investiga, pela ótica da jornalista Yvonne Jean, a organização dos jardins de infância, locais onde os pequenos, entre quatro e seis anos, recebiam educação institucionalizada. O recorte temporal compreende o ano da inauguração dos primeiros Jardins de Infância (1960), a chegada de Yvonne Jean à Brasília, com a publicação de sua coluna no jornal, com notícias sobre a educação (1962) e, ao final, o ano em que a jornalista é presa, acusada de compactuar com os ideais comunistas (1964).


Palavras-chave


Jardins de Infância. Distrito Federal. Yvonne Jean.

Texto completo:

PDF


 

Qualis A1

Publicado pelo Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Contatos: (55) 41- 3535-6207 

E-mail: educar@ufpr.br

E-mail: educar.ufpr2016@gmail.com

Web of Science (Clarivate Analytics)
Scielo
Academia.edu
Directory of Open Access Journals
Periódicos Capes
Google Acadêmico
Pergamum INEP
Latindex
Redalyc
Educ@
Directory of Open Access Scholary Resources
Information Matrix for the Analysis of Journals
Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

Flag Counter

Contador ativo desde 10/09/2021