Open Journal Systems

HÁBITOS ALIMENTARES E DE HIGIENE ORAL INFLUENCIANDO A SAÚDE BUCAL DA GESTANTE

Norma Suely Falcão O Melo, Rafaella Ronchi, Carolina de Souza Mendes, Verônica de Azevedo Mazza

Resumo


Este trabalho foi desenvolvido em 2003 e teve como objetivo a investigação dos hábitos alimentares e da negligência dahigiene oral como fatores de risco para o desenvolvimento de cárie e doença periodontal em pacientes grávidas. Foram avaliadas 34mulheres em período de gestação, entre 2 e 9 meses, usuárias de uma Unidade de Saúde Pública da região metropolitana de Curitiba. Foielaborado e aplicado para a amostra, um instrumento de avaliação com um odontograma para realização de exame simplificado, e queapresentava perguntas sobre hábitos alimentares e de higiene bucal. Os resultados mostraram que 56% das gestantes tinham cárie, 44%possuíam uma higiene deficiente e 56% não utilizavam fio dental. A baixa freqüência de consulta ao dentista foi de 77%, e é demonstradapelo índice de cálculo de 56%. Das mulheres analisadas, 100% utilizavam o açúcar para adoçar os alimentos e 53% apresentavam umaalta freqüência diária de ingestão de açúcar.

Palavras-chave


Gestante; Promoção da saúde; Higiene bucal; Pregnant women; Health promotion; Oral hygiene; Mujeres embarazadas; Promoción de la salud; Higiene bucal

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v12i2.9824