Open Journal Systems

AVALIAÇÃO FUNCIONAL EM FAMÍLIAS DE PESSOAS COM COMPORTAMENTO SUICIDA: APLICAÇÃO DO MODELO CALGARY

Isabela Carolyne Sena de Andrade, Nadirlene Pereira Gomes, Cíntia Mesquita Correia, Ionara da Rocha Virgens, Josinete Gonçalves dos Santos, Joana D'arc Ferreira Lopes Santos, Sabrina de Oliveira Silva Telles

Resumo


Objetivo: desvelar as ações que mantém a funcionalidade da família de pessoas com comportamento suicida.

Método: trata-se de estudo qualitativo, descritivo-exploratório, baseado no referencial teórico e metodológico do Modelo Calgary de avaliação familiar.Participaram do encontro online, no ano de 2022, para construção do genograma familiar 11 usuários do Núcleo de Estudo e Prevenção do Suicídio, localizado em Salvador, Bahia, Brasil. Da segunda etapa, a entrevista contou com nove famílias de usuários.

Resultados: emergiram as categorias: vigilância por familiares; uso de tecnologias pelo familiar para contato diário; manejo da crise suicida por familiares e atenção dos familiares às necessidades básicas, todas as categorias relacionadas a pessoa com comportamento suicida.

Conclusão: percebe-se caminhos para implementação de políticas de saúde e manuais que orientem família e amigos no manejo da crise suicida, evitando assim consequências não desejáveis, como a tentativa de suicídio e o ato concretizado. 


Palavras-chave


Comportamento autodestrutivo; Tentativa de suicídio; Suicídio; Família; Saúde mental.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/ce.v29i0.92164