Open Journal Systems

CULTURA DE SEGURANÇA DO PACIENTE EM SERVIÇOS DE DIÁLISE DURANTE PANDEMIA DA COVID-19: PERSPECTIVA DA ENFERMAGEM

Marília Alves Hoffmann, Aline Carrilho Menezes, Cissa Azevedo, Fabrícia Moreira Amorim Amaral, Tatiana Aparecida Rodrigues, Helen Cristiny Teodoro Couto Ribeiro, Luciana Regina Ferreira da Mata

Resumo


Objetivo: avaliar a cultura de segurança do paciente sob a perspectiva da equipe de enfermagem em serviços de diálise no contexto da pandemia de COVID-19.

Método: estudo transversal com 56 profissionais de enfermagem de três serviços de diálise em Minas Gerais – Brasil, entre março e junho de 2021. Utilizou-se o instrumento Hospital Survey on Patient Safety Culture. Os dados foram analisados por: estatística descritiva e inferencial; teste qui-quadrado; e Equações de Estimativas Generalizáveis (p≤0,05).

Resultados: a segurança do paciente foi classificada como boa ou excelente por 69,6% dos participantes. A dimensão “Expectativas e ações da direção do serviço que favoreçam a segurança” foi considerada fortaleza (85,42%). “Resposta não punitiva para erros” (23,99%) e “Dimensionamento de pessoal” (45,83%) foram consideradas frágeis. Houve maior percentual de respostas positivas nos serviços público e filantrópico (p<0,001).

Conclusão: poucas dimensões indicaram fortalezas, e o tipo de gestão influenciou o percentual de respostas positivas.


Palavras-chave


Segurança do Paciente; Cultura Organizacional; Gestão da Segurança; Diálise Renal; Equipe de Enfermagem.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/ce.v28i0.88374