Open Journal Systems

PROCALCITONINA COMO FERRAMENTA DE GERENCIAMENTO DE ANTIMICROBIANOS EM PACIENTES COM COVID-19

Maria Helena Lenardt, Clovis Cechinel, João Alberto Martins Rodrigues, Maria Angélica Binotto, Isabel de Lima Zanata, Rosane Kraus, Daiane Maria da Silva Marques

Resumo


Objetivo: investigar a relação da procalcitonina no diagnóstico diferencial de coinfecção bacteriana em pacientes com Covid-19.

Método: estudo transversal retrospectivo, realizado em unidade de terapia intensiva em hospital público do sul do Brasil, entre fevereiro e março de 2021, mediante formulário. Realizaram-se análises estatísticas descritivas e de associação entre variáveis.

Resultados: dos 231 pacientes, 28,14% apresentaram infecção, 63,20% de sítio pulmonar, em 25% ocorreu isolamento de bactérias, 77,49% utilizaram antimicrobianos e em 14,72% dos casos foi observada procalcitonina > dois ng/mL. Houve associação significativa entre uso de antimicrobiano e infeção (p=0,001), isolamento de bactérias (p<0,001), topografia da infeção (p<0,001), valores de procalcitonina (p<0,001). O uso da procalcitonina mostrou associação com infeção bacteriana (p<0,001), isolamento de bactéria (p<0,001), uso de antimicrobianos (p=0,001), e óbito (p<0,001).

Conclusão: a procalcitonina pode reduzir o uso empírico de antimicrobianos e estimular a detecção e identificação de patógenos, levando em consideração os dados clínicos e epidemiológicos.


Palavras-chave


Gestão de antimicrobianos; Covid-19; Pró-calcitonina; Serviços de controle de infecção hospitalar; Unidade de terapia intensiva.

Texto completo:

PDF (PORTUGUÊS)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/ce.v28i0.85381