Open Journal Systems

SINTOMAS DE ANSIEDADE E FATORES ASSOCIADOS ENTRE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

Manuela de Mendonça Figueirêdo Coelho, Viviane Mamede Vasconcelos Cavalcante, Michell Ângelo Marques Araújo, Mariana Cavalcante Martins, Rachel Gabriel Bastos Barbosa, Andrezza Silvano Barreto, Ana Fátima Carvalho Fernandes

Resumo


Objetivo: identificar sintomas de ansiedade e fatores associados entre profissionais de saúde durante pandemia da COVID-19. Método: estudo transversal, realizado com 1.354 profissionais da saúde, cujos dados socioprofissionais, sintomas psicológicos e físicos de ansiedade foram coletados via Google Forms entre 17 e 21 de maio de 2020, no nordeste brasileiro, e analisados pelo teste de Qui-Quadrado de Pearson e regressão logística. Resultados: Obteve-se associação entre sintomas psicológicos e idade (p=0,036), sexo feminino (p=0,015), bem entre sintomas físicos e idade (p=0,000), prestou atendimento a pacientes com COVID-19 (p=0,003), se o profissional apresentou sintomas da
COVID-19 (p=0,000), com convívio social com pessoas sintomáticas (p=0,028) e sexo (p=0,000). Conclusão: o estudo pode subsidiar melhor compreensão da vivência do profissional de saúde em relação à pandemia da COVID-19 para elaboração de políticas de cuidado dos profissionais, bem como incentivar novos estudos, tendo em vista a urgência, unicidade e magnitude da situação vivida.


Palavras-chave


Pessoal de Saúde; Ansiedade; Medo; Pandemia; Coronavírus.



DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v27i0.79739