CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE ESCALA DE AUTOEFICÁCIA DE GESTANTES NA PREVENÇÃO DAS SÍNDROMES HIPERTENSIVAS DA GRAVIDEZ

Andréa Cristina de Morais Chaves Thuler, Marilene Loewen Wall

Resumo


Objetivo: construir e validar a Escala de Autoeficácia de Gestantes na Prevenção de Complicações das Síndromes Hipertensivas da Gravidez. Método: estudo metodológico de abordagem quantitativa, desenvolvido entre abril/2018 e maio/2019 em uma universidade pública da região sul brasileira. Foram realizados os procedimentos teóricos, experimentais e analíticos. A validação de conteúdo foi realizada em duas etapas com juízes, e a validação semântica com gestantes. Os testes estatísticos utilizados foram o Índice de Validade de Conteúdo e o alfa de Cronbach. Resultados: a escala é composta por 17 itens distribuídos em sete domínios: Tratamento Medicamentoso, Assistência Pré-natal, Intervenção Baseada no Senso Comum, Entendimento das Recomendações com Apoio Familiar, Estilo de Vida, Intervenção Dietética e Cuidado de Si. A consistência interna dos domínios pelo alfa de Cronbach variou de 0,527 a 0,597. Conclusão: a escala apresentou qualidades psicométricas aceitáveis e pode aprimorar a sistematização do cuidado às gestantes com diagnóstico de hipertensão.


Palavras-chave


Autoeficácia; Psicometria; Gestantes; Hipertensão; Estudos de Validação.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v26i0.75754 ';



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Versão impressa ISSN 1414-8536 (para edições publicadas até 2014)

Versão eletrônica ISSN 2176-9133